lugares para viajar

Conheça 14 lugares para viajar que valem a visita!

Uma lista com 14 lugares para viajar: no Brasil e no exterior! Saia do óbvio e conheça destinos incríveis!

Afinal, assim que a pandemia passar, será ainda melhor voltar a viajar.

O “novo normal”

Atualmente, vivemos um momento delicado, com um vírus que deixou todo o mundo em risco. Nós ainda estamos em isolamento social — afinal Alfredo tem 80 anos e não podemos bobear.

Mas, em breve, será novamente seguro voltar a circular, ainda que com algumas restrições.

14 lugares para viajar e os porquês

Enquanto o futuro não chega, podemos sonhar e, quem sabe, manter uma organização para os nossos próximos passeios!

Para ajudar no planejamento, segue, em ordem alfabética, uma lista de destinos que adoramos. Assim, você estará preparado para quando chegar a hora de comemorar o fim da pandemia!

Confira.

1. Arequipa, no Peru

Nós gostamos bastante do Peru: um país tão rico em história, com paisagens belíssimas e muito diferentes de onde vivemos. Impossível não se encantar com as pessoas, as cores e a tradição do país.

É claro que os destinos mais conhecidos, como Cusco e Machu Pichu, realmente são belíssimos, mas existe outra cidade muito interessante e menos procurada: Arequipa. É um dos locais mais interessantes da América do Sul.

Trata-se de uma joia de arquitetura colonial, construída com um material vulcânico. Por isso ela também conhecida como a Cidade Branca.

Saiba que esse é um local estratégico para quem pretende conhecer lugares com altitudes mais altas e se prevenir contra o temido soroche.

2. Budapest, na Hungria

Nos apaixonamos por Budapeste na primeira estada e voltamos sempre que possível. Buda e Peste são partes de uma mesma cidade, dividida lindamente pelo Danúbio, com uma paisagem única.

Além de ser uma cidade muito bonita, a culinária local é ótima, e a população é uma simpatia. A arte e a arquitetura húngaras também são muito interessantes. E super coloridas.

Para quem aprecia música, Budapest é um dos melhores lugares para viajar, já que é possível curtir concertos e afins em vários lugares!

E não deixe de conhecer a csardas: a música cigana local. É contagiante!

Aliás, se puder visitar a cidade na Primavera, vai vê-la toda florida. Um sonho!

3. Bremen, na Alemanha

Essa é uma cidade do norte da Alemanha que fica a menos de 1 hora de trem ou 120 km de carro de Hamburgo. Pertenceu à Liga Hanseática, sendo seu centro histórico extremamente charmoso e bem preservado.

Nosso local preferido por lá é a região conhecida como Schnoor: um antigo bairro medieval com suas casas de centenas de anos bem preservadas.

Atualmente o Schnoor é um bairro boêmio, onde hoje estão instalados restaurantes, galerias de arte e diversas lojas — várias de peças de design. Vale conhecer!

4. Brugges, na Bélgica

Conhecida como a Veneza do Norte, Brugges é cortada por diversos canais e é uma das cidades mais românticas da Europa. Mas não caia na tentação de apenas passar por lá, em um bate e volta. Você vai se arrepender!

Brugges é um destino para ficar, ao menos, duas noites: são diversos hotéis ótimos e charmosos e restaurantes que merecem ser frequentados. Alfredo recomenda não deixar de provar uma panela cheia de moules, retirados dos canais locais.

E eu sou chocólatra! Então a Bélgica é um baita destino para mim…

Ainda, há a linda arquitetura flamenga e os bordados — para quem gosta de rendas, é um daqueles lugares para viajar imperdíveis!

A cidade é facilmente alcançável de trem ou de carro, embora você não vá usá-lo em sua estadia em Brugges. Nos meses mais quentes, também é possível chegar lá de barco.

Um charme a mais, não é?!

5. Cartagena, na Colômbia

Cartagena é a 4ª maior cidade da Colômbia, fundada em 1533.

É conhecida como “La Heroica, por nunca ter sido conquistada. Cartagena de Índias tem uma belíssima arquitetura que encanta pela unidade de seus casarões coloridos, dos tempos em que era uma colônia espanhola.

Além da bem conservada muralha que protegia a cidade dos invasores, há fortalezas e igrejas que merecem a sua visita. Ainda, fica à beira do mar do Caribe!

E é um ótimo ponto de partida para conhecer ilhas lindíssimas em seu entorno.

O artesanato local também é muito interessante, com cestaria e chapéus ideais para o clima da região.

6. Ilha da Madeira, em Portugal

A ilha é mais distante de Portugal do que do Marrocos. Por isso o clima por lá é mais ameno. E a Madeira é reconhecida por sua flora exótica, e ainda por sempre estar coberta de flores.

Funchal é a cidade principal, onde nos hospedamos, mas é preciso circular por toda a ilha.

São várias paisagens diferentes e microclimas diversos. Há muito para ser visto: um pico que fica acima das nuvens, paisagens belíssimas, elegantes construções barrocas.

O centro histórico é muito bem conservado. Não deixe de circular pela charmosa área de restaurantes e galerias, com suas portas coloridas e desenhos bem-humorados.

Como no restante do país, a comida é excelente!

E há ainda o Vinho Madeira: assemelhado ao Vinho do Porto, mas, afirmam alguns, ainda mais especial e delicioso. Nós concordamos!

Então, não deixe de provar para ter a “sua” impressão.

7. Karlovy Vary, na República Tcheca

Essa é uma das cidades mais visitadas do país e fica perto da fronteira com a Alemanha. Foi fundada em 1370 pelo imperador Carlos V, um dos personagens mais poderosos da História da Europa.

Karlovy Vary foi por muito tempo Karlsbad, que em alemão significa Banhos de Karl — justamente por causa do grande imperador e pela região ser reconhecida há séculos por suas termas. Até hoje é uma badalada e elegante estação para tratamentos de cura e beleza.

A maior parte da cidade foi construída em estilo Neoclássico. A esplanada principal do antigo centro histórico é muito charmosa, com vários hotéis e restaurantes refinados. Por lá encontramos também uma linda construção em estilo Art Déco.

8. Lucerna, na Suíça

Em quase todas as vezes que visitamos esse país tão encantador damos uma passadinha em Lucerna. É uma das cidades que mais gostamos por lá!

Com menos de 100 mil habitantes, é pequena o suficiente para que tudo seja facilmente alcançável e importante o bastante para sempre encontrarmos diferentes pontos de interesse.

Já fomos de carro, mas achamos mais prático e econômico ir a Lucerna de trem — normalmente, partindo de Zurique. É rápido, fácil e barato.

A bem preservada cidade medieval foi toda modernizada, mas mantém a aparência de um conto de fadas.

Em Lucerna você encontrará ótimos restaurantes e docerias que valem sair do regime!

Não cansamos de fotografar a ponte coberta que atravessa o lago Lucerna: a Kapelbrücke, mais conhecida pela região por seu nome em inglês, Chapel Bridge. Destacamos que ela foi construída ainda no século XIV.

9. Marrakech, no Marrocos

Primeiramente é bom registrar que o país é daqueles lugares para viajar que realmente nos fascinam, imerso em tradições milenares.

Para uma viagem inicial ao Marrocos, o melhor destino é Marrakech, a mais internacional de suas cidades. Circular pelos souks, provar novos sabores e se surpreender com as diferenças é um dos motivos para visitar a cidade.

Prepare-se para barganhar — o tempo todo —, mas perder sempre! Afinal, os marroquinos são comerciantes há milênios!

Além disso, como é preciso estar atento aos costumes, fizemos um e-book caprichado e gratuito para evitar que você tenha a sua experiência prejudicada. Não deixe de conferir!

10. Ouro Preto, em Minas Gerais, no Brasil

O Brasil é um país maravilhoso, e imenso. Por isso, é claro que há muito a ser visto. Para quem curte praias, temos tantas, e tão variadas, que seria difícil escolher uma só para colocar aqui.

Ademais, cada brasileiro tem a sua praia preferida

Poderíamos escolher também Manaus, com passeios na Floresta Amazônica — mas tem àqueles que não curtem este tipo de destino.

Então, como escolhemos apenas uma cidade por país em nossa lista de lugares para viajar decidimos por Ouro Preto.

Porque a antiga Vila Rica é um daqueles lugares apaixonantes: com as suas bem preservadas casas dos tempos coloniais, as igrejas barrocas decoradas com o ouro que deu nome à região, as paisagens incríveis do entorno.

Ouro Preto tem mesmo um clima mágico! E ainda tem a comida mineira: “eta trem bão demais da conta“!

Dali, para quem tiver um tempinho a mais, vale esticar até Congonhas para ver os profetas do Aleijadinho.

E, com ainda mais alguns dias, ampliar para conhecer as outras Cidades Históricas de Minas: Tiradentes, Mariana e São João del Rey.

11. Reims, na França

Reims nos chamou atenção por suas belas construções, uma gastronomia incrível, museus interessantíssimos e um clima muito alegre. Ademais, é a capital da região da Champagne!

Bem como um importante centro comercial desde sempre. Saiba que já produziam vinhos de qualidade na região quando os romanos chegaram ao local, há mais de 2000 anos.

A principal atração da cidade é, sem dúvida, a belíssima catedral medieval de Notre-Dame, construída no século XIII.

Sua fachada é toda decorada com mais de 2300 imagens lindíssimas, e parece que a estrutura forma um bordado, com vazios deixados propositadamente para que o céu lhe dê ainda mais contraste.

Reims foi por muito tempo a Cidade dos Reis, e em sua catedral foram coroados 33 reis franceses.

12. Sevilha, na Espanha

A capital da Andaluzia é uma cidade vibrante, alegre e misteriosa — como o flamenco!

É a quarta maior cidade do país. Com riquezas arquitetônicas dos tempos dos Mouros, testemunho do poder dos Reis Católicos Isabel e Fernando. É também sede de uma das universidades mais antigas da Europa, fundada em 1505.

Mas Sevilha é também uma cidade moderna, renovada. E ainda um importante ponto de partida para quem quer ver outras joias da região, como Granada e Córdoba.

Experimente conhecer a cidade perto do Dia de Reis: uma experiência para guardar para o resto da vida!

13. Tallinn, na Estônia

Esta capital báltica nos impressionou imensamente: o país é ultramoderno e completamente desburocratizado. É possível abrir uma empresa em cerca de 1 hora, totalmente online.

Portanto, é um super destino para nômades digitais!

O centro histórico está impecável, com ruelas e construções medievais e de tempos posteriores. E ainda tem a gastronomia local: divina!

Só para exemplificar, são tantos bons restaurantes, que precisamos fazer um post só para o assunto!

De lá é possível chegar facilmente em outra capital báltica: Riga, na Letônia.

Ou ainda, atravessar o mar em barcos confortáveis e rápidos, e chegar a Helsinki, na Finlândia.

14. Ushuaia, na Argentina

É a última cidade no extremo sul das Américas, ponto de partida para a Antártica.

Fica na chamada Terra do Fogo, também conhecida como Fim do Mundo.

Ushuaia é um destino charmoso e simpático, para ser visitado no verão. Mas, mesmo assim, em alguns dias desta estação irá nevar nas montanhas

Para ir tão longe recomendamos incluir na mesma viagem El Calafate, também na Patagônia Argentina, onde fica o maravilhoso Perito Moreno. A área deste glaciar, que não é o maior da região, é superior à da capital do país!

Para os dois destinos, Ushuaia e Calafate, há voos partindo de Buenos Aires e Bariloche. Uma viagem de carro pode ser cansativa demais, pois as distâncias são imensas.

Curtiu a nossa lista de 14 lugares para viajar?

Então, até que tenhamos a tão sonhada vacina, não se esqueça de se proteger!

Além disso, é bom manter as medidas necessárias: máscaras para quando for preciso sair e distanciamento social.

Além de lavar as mãos, sempre! Com certeza, esses serão cuidados que precisaremos manter por muito tempo.

Para ver outras dicas e informações de viagem, não deixe de conferir os nossos e-books gratuitos.

Confira também outros lugares que apresentamos aqui no blog. Toda semana tem novidades por aqui e posts em nosso Instagram!

Powered by Rock Convert

Quer receber mais conteúdos como esse?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

8 Comentários

  1. Amei o post e as indicações, meus olhinhos brilharam por Marrakech, que inclusive foi tema de um episódio do seriado “Somebody Feed Phil” , uma série documental sobre comida e cultura e claro com muitas viagens. Eu só queria uma pequena maleta cheia dos temperos que lá existem♥️ Abraço 🤗

    1. Os temperos, os aromas, as cores. É um destino incrível mesmo! Não conheço o seriado, vou procurar. =)

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.