Zurique

Zurique: entre as mais elegantes cidades europeias

Zurique foi fundada há mais de 2000 anos, eleita várias vezes entre as melhores do mundo para se viver e está entre as mais bonitas e elegantes da Europa. Contudo, para conhecê-la de fato, é preciso saber algumas informações que nem sempre estão disponíveis.

Foi pensando nisto que preparamos este miniguia com algumas dicas relevantes, e interessantes: não perca!

Origem e Tempos Medievais

Embora a região já fosse habitada há milhares de anos, Zurique foi fundada no ano 15 a.C. pelos Romanos, assim como as cidades alemãs Colônia, Aachen e a francesa Reims, sobre as quais já escrevemos aqui no blog.

A cidade fica a 30 km dos Alpes — a cadeia de montanhas cujos picos facilmente passam dos 4.000 metros de altitude.

A Reforma Protestante de Zwingli

Em 1519, dois anos após Lutero ter publicado as suas 95 teses, Huldrych Zwingli foi transferido como padre para a Grössmünster, a catedral de Zurique.

Zwingli tinha então 35 anos, havia estudado em Berna e em Viena e se não havia se tornado um “Doutor”, como Martinho Lutero, era um homem experiente e com ideais humanistas.

Revoltado pela venda de Indulgências promovida pela Igreja Católica e inspirado pelo reformista alemão, Zwingli passou a criticar abertamente a Igreja em suas pregações. Consequentemente, foi acusado de herege e proibido de pregar pelo bispo.

Já casado, conseguiu que o governo de Zurique o apoiasse e anulasse a decisão do bispo: acabaram com o celibato obrigatório e substituíram o latim pelo alemão nas pregações por decreto.

A Reforma proposta por Zwingli ganhou corpo, enquanto parte dos demais cantões suíços permaneceu católico, gerando uma luta armada. Os católicos foram apoiados pelas tropas do Sacro Imperador Carlos V, e Zwingli foi morto em Batalha, aos 47 anos.

Pouco tempo depois um novo líder reformista assumiu o posto de principal figura no combate aos excessos da Igreja Católica: Jean Calvin. Mais bem preparado, é por causa dele que os protestantes suíços são conhecidos como Calvinistas.

Zurique hoje

Embora não seja a capital do país, posição ocupada por Berna, Zurique é a maior cidade da Suíça e a que tem a maior população: são menos de 450.000 habitantes.

A Confederação Suíça é um dos países mais ricos do mundo, composto por 26 cantões e com quatro línguas oficiais: alemão, francês, italiano e romanche.

É um importante centro financeiro europeu, e sede de muitos bancos e organizações internacionais, entre as quais está a FIFA — Federação Internacional de Futebol.

O Turismo é uma atividade econômica muito importante no país: são mais de 9 milhões de turistas/ano — mais que o total da população, que é de cerca de 8,5 milhões de habitantes.

Como chegar a Zurique

Zurique
Zurique, vista do Limmat com o símbolo da cidade: a catedral com suas torres gêmeas

É bastante fácil chegar a Zurique. Com a Swiss há voos diretos partindo do Brasil e diversas opções vindas de qualquer aeroporto internacional europeu desembarcando em Kloten — a apenas 10 km da cidade.

As estradas são ótimas e como a Suíça é um país relativamente pequeno, também é uma boa opção para quem prefere alugar um carro na Europa para conhecer diversos destinos. O país faz fronteira com Itália, Alemanha, França e Áustria.

Mas, para nós, a melhor maneira de se locomover na Suíça é mesmo de trem: são rápidos e extremamente confortáveis.

Aliás, é bom deixar registrado que o transporte público no país é dos mais eficientes do mundo: você pode adquirir tickets para os S-Bahns (trens locais), trams, ônibus e barcos e circular para todos os lados!

Hauptbahnhof — a principal estação de trem do país

Importante ponto de conexão não só da Suíça, mas também da Europa, a estação principal fica na rua que ganhou o seu nome: Bahnhofstrasse.

A Bahnhofstrasse é a rua principal da cidade, com início na estação de trem e término no Lago Zurique, o Zürichsee.

É um dos endereços mais caros do mundo, e em seus 1,4 quilômetros você irá encontrar dezenas de joalherias e todas as marcas de alto luxo, além de hotéis refinados, sedes de bancos, diversos restaurantes e a divina chocolateria Sprüngli.

O que ver em Zurique

A cidade é dividida pelo Rio Limmat, e as construções dos dois lados são muito bonitas e interessantes — testemunho do passado, incrivelmente bem preservadas.

Como Zurique não é grande e seu centro histórico é todo plano, prepare-se para andar bastante. Não deixe de visitar:

1. Grössmünster

É a catedral e o símbolo de Zurique, construída em estilo Românico por vontade de Carlos Magno, entre os séculos 1100 e 1220. As altas torres gêmeas podem ser vistas de vários pontos da cidade.

Vale prestar atenção nos vitrais do pintor suíço Augusto Giacometti e nas portas de bronze do alemão Otto Münich, ambas realizadas na primeira metade do século XX.

2. Fraumünster

Mais uma igreja em estilo românico, com uma única torre, e que fica do outro lado do Limmat vista da Grössmünster. Foi tão importante nos tempos medievais que teve autorização para cunhar moedas e cobrar impostos.

A parte que mais chama a atenção dos visitantes são os vitrais do artista russo Marc Chagall, dos anos 1970.

3. Peterskirche

É a construção religiosa mais antiga de Zurique e em sua única torre está o maior relógio de igreja da Europa, com 9 metros de diâmetro.

Iniciada no século VIII foi reformada no século XIII e novamente em 1705.

4. Rennweg

Uma rua de pedestres, no coração do centro histórico, que existe desde os tempos medievais. Atualmente é uma animada rua comercial e uma excelente região para se hospedar — embora bastante cara!

5. Paradeplatz

É a praça mais famosa da cidade e dizem ser o metro quadrado mais caro da Europa! Sede de bancos como o UBS e o Credit Suisse é também onde fica a nossa confeitaria preferida: a Sprüngli!

Sprüngli

Reputada como a melhor marca de chocolate, a Confeitaria Sprüngli foi aberta em 1836 — em 2021 completa, portanto, 185 anos!

São pioneiros na produção de chocolates finos e seu produto é tão caro quanto bom!

A loja é imensa e você irá encontrar uma variada seleção de pralinés, trufas e doces variados, lindos, e divinos. Vale a pena a visita nem que seja apenas para um café.

Na parte superior fica o café e restaurante que está sempre aberto, e lotado! Todas as vezes que vamos a Zurique fazemos questão de almoçar e também fazer paradas só para aproveitar as delícias: valem o investimento.

6. Kunsthaus Zürich

É o nosso museu preferido na cidade e fica bem perto da Universidade de Zurique.

Zurique-Kunsthaus
Uma das salas da elegante Kunsthaus — o nosso museu preferido na cidade.

Em um espaço bem iluminado e muito elegante estão dispostas mais de 4.000 pinturas e esculturas desde a Idade Média até os dias de hoje. É outro lugar que visitamos em cada nova ida à cidade — e sempre vale a pena!

Além do acervo permanente, as exposições temporárias são sempre ótimas! Não deixe de prestar atenção às obras do suíço Fernand Hodler e nas salas com decoração Art Déco.

7. O Lago Zurique

Impossível estar na cidade e não fazer, ao menos, um passeio pelo lago que leva o nome da cidade: Zürichsee — o Lago Zurique.

São quase 90 quilômetros quadrados de água proveniente do degelo dos alpes: tão limpa que é potável. É ele que abastece a cidade!

Por isso, escolha o tipo de passeio que condiz com seu estilo de viajante e aproveite. A ZSG — Zürich Shiffahrt & Gastro — é a companhia que opera a navegação por lá. Vale conferir!

Inclusive, é possível comprar os tickets antes do embarque, em máquinas automáticas.

Mais sobre Zurique

Como a cidade é uma das que mais gostamos na Europa ainda temos muitas dicas de lá para você! Mais museus, passeios, restaurantes e outras informações interessantes.

Por isso, e para completar este post, estamos trabalhando em um E-Book super completo sobre a Zurique e seu entorno, que lançaremos em breve. Fique de olho!

Inclusive, se quiser ver mais fotos de Zurique ou outras cidades da Suíça, dicas e informações dos outros 30 países em que estivemos: acompanhe-nos no Instagram!

Quer receber mais conteúdos como esse?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.