viagem para Portugal

Viagem para Portugal: melhores dicas para conhecer o país

Uma viagem para Portugal é, sempre, uma excelente ideia!

E, embora de uns anos para cá o país tenha se tornado um dos principais destinos para brasileiros, infelizmente muitos não aproveitam tudo que há de melhor por lá!

Mas isso não precisa acontecer com você! Por isso preparamos este material, com o intuito de informar o que não se deve deixar de incluir em seu roteiro para Portugal. Vamos lá?

Viagem a Portugal: vale em qualquer estação do ano!

Há muito o que ver nesse país tão pequeno, mas tão bonito e encantador. E vale ressaltar que Portugal pode e deve ser visitado em qualquer época do ano!

No inverno as temperaturas não são tão baixas, sendo bastantes similares aos dias mais frios da cidade de São Paulo. A primavera é a época mais exuberante, por causa das flores e ideal também por não ter tantos turistas, quanto no verão.

No verão faz muito calor – muitíssimo!

Então se seu intuito é aproveitar as praias saiba que esta é a melhor estação para voar à terrinha. Mas tenha em mente que os termômetros passam facilmente dos 40 graus e o país estará lotado!

O outono é muito agradável por lá. No começo ainda estará bem quente, com dias longos, mas vai refrescando aos poucos e é uma época excelente para circular por todo o país. 

Inclusive, já estivemos lá em dezembro, janeiro, fevereiro e março, em pleno inverno, e os dias não são tão frios como nos países mais ao norte, além do céu quase sempre estar azul.

Também já estivemos em maio e em setembro, meses em que as temperaturas estão mais amenas, embora seja possível ter dias por volta dos 30 graus.

Lisboa, a capital de Portugal: vista do Tejo.
Vista do Tejo, uma das belezas da capital de Portugal

O que não deve faltar em seu roteiro

A capital: Lisboa

É uma cidade linda, não muito grande, na medida para ser percorrida sem pressa. Nós gostamos tanto de lá que já fomos juntos dez vezes!

Se dê o direito de ficar, no mínimo, quatro noites: parece muito quando se está programando a viagem, mas quando chegar lá, nos dará razão!

Indo a Lisboa, não deixe de conhecer:

1. O Mosteiro dos Jerónimos

Uma das obras de arquitetura mais bonitas do país, construída no tempo do Descobrimento do Brasil. A construção é uma joia do gótico tardio no país, tão importante e característico que o estilo foi nomeado em homenagem ao rei que o patrocinou: Arquitetura Manuelina.

Fica no bairro do Belém e sugerimos que fique o dia todo por lá: passeie sem pressa até a Torre de Belém — construída no mesmo período e no mesmo estilo, aproveite a linda vista do Tejo e tire muitas fotos do Padrão dos Descobrimentos: um belíssimo monumento Art Déco.

Ao lado dos Jerónimos fica o famosíssimo Pastéis de Belém, uma instituição gastronômica!

Impossível não devorar alguns pasteis de nata recém saídos do forno. O movimento é imenso e eles servem lanches e alguns salgados.

Não há viagem para Portugal sem passar por este lugar: o Pastéis de Belém existe desde 1837!

Mais para ver na região

Em Belém também está o Museu Berardo, que se dedica a obras do século XX até a contemporaneidade e perto dali há ainda o MAAT — Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia: um espaço inaugurado há poucos anos e que se dedica a exposições nacionais e internacionais.

E tem também alguns restaurantes e bares por ali: ideais para almoço, happy hour ou um jantar a beira do Tejo.

A região é animada e jovial: em dias de calor haverá pessoas com seu windsurfes no rio e sempre tem gente praticando corrida, ou passeano.

2. A Baixa e o Chiado

É preciso ao menos um dia inteiro para circular a pé pela baixa, como é conhecida uma das regiões mais elegantes da cidade, com sua urbanização organizada pelo Marquês de Pombal.

As ruas são amplas e tem uma parte apenas para pedestres. Tudo leva em direção ao onipresente rio Tejo e a ampla e linda Praça do Comércio.

Vá sem pressa! E se puder, almoce por ali, ou aproveite para descansar, ver a paisagem e tomar um café ou um drink — dependendo da estação e de seus costumes.

Continue circulando por ali suba ao Chiado, que é um dos bairros boêmios de Lisboa.

Você pode ir de carro, a pé (o que recomendamos) ou pegar o elevador vertical Santa Justa. O ascensor foi inaugurado em 1902, obra do engenheiro Raul Mesnier de Ponsard.

No Chiado você irá encontrar o café A Brasileira, outro lugar que desperta o interesse dos turistas. Vive lotado, mas vale aguardar. O café é de 1905 e ainda é um point na cidade.

A livraria mais antiga do mundo

É no Chiado que fica a livraria Bertrand, fundada em 1732 e a mais antiga em funcionamento. Eu adoro o mote deles: “ler prejudica gravemente a ignorância”. Bom demais, não é?!

Perca-se pelas ruas do bairro e aproveite tudo de bom que tem por ali.

São muitas lojas, algumas sensacionais e muito portuguesas: como as da Vista Alegre e do Bordallo Pinheiro.

3. Se aceitou a nossa recomendação de ficar mais na capital Lusa, não deixe de incluir em seu roteiro

  • uma ida ao Castelo de São Jorge, onde verá vistas belíssimas da cidade baixa e do Tejo. Fica na colina oposta a do Chiado e você precisará passar pela Alfama, que é o bairro medieval, que não foi destruído pelo Terremoto;
  • sobretudo se estiver com crianças ou jovens, mas também para adultos, ir até o Oceanário: um espaço incrível e um ótimo trabalho de pesquisa e preservação da fauna e flora marinhas;
  • Museu Calouste Gulbenkian, que é o nosso espaço cultural preferido na cidade, com um acervo excepcional;
  • fazer um passeio de um dia para conhecer outros lugares, perto de Lisboa. Nós vamos contar mais sobre as possíbilidades a seguir.

Dicas de passeios de um dia para outras cidades no entorno de Lisboa

  • Óbidos, pequenininha e totalmente murada;
  • Sintra, charmosa e com o divertidíssimo Palácio da Pena, além de ter ainda um palácio bem mais antigo onde dois irmãos, antigos reis portugueses, foram protagonistas de uma história que parece ficção: o mais novo manteve o outro em prisão domiciliar (usurpando seu trono e tomando a sua mulher!);
  • Queluz, onde se pode visitar o lar onde nasceu e morreu o nosso D. Pedro I. Ele em Portugal é celebrado por D. Pedro IV;
  • Évora, a principal cidade do Alentejo, onde há um templo romano e excelentes vinhos. Se puder, fique ao menos três noites no Alentejo;
  • Alcobaça, com a gigantesca igreja que abriga os túmulos de D. Pedro I de Portugal e de sua amada, Inês de Castro;
  • Batalha, onde Portugal consolidou sua Independência e sede de uma das mais belas construções manuelinas.

Mais uma recomendação em Lisboa

Não deixe de assistir a um espetáculo de Fado. Não seja preconceituoso: são intimistas e muito interessantes.

Vá! E depois nos conte! Nunca ouvimos alguém se arrepender

Porto: a grande rival de Lisboa

A cidade do Porto é outro polo turístico igualmente importante e centro de produção dos mais renomados vinhos portugueses. Localizado nas margens do rio Douro, é a principal cidade turística de Portugal e há quem a prefira a Lisboa.

Animada e com ares mais despojados que a capital é um destino sensacional.

Comece com um passeio pela Ribeira, que é como os locais se referem às margens do Douro, com suas belas vistas de Vila Nova de Gaia — onde é produzido o afamado, e delicioso, Vinho do Porto.

Você vai se encantar com a Ponte D. Luís, obra do mesmo Eiffel que eternizou o monumento mais conhecido de Paris.

Almoce, jante ou aproveite um bom vinho por ali: vai estar lotado de tusristas, mas é imperdível!

O que não perder no Porto

Impossível ter estar estado no Porto e não ir a Livraria Lello e sua escadaria que inspirou a autora de Harry Potter. Perto dali fica a linda Fonte dos Leões, que vale a caminhada.

A nosso espaço cultural preferido e a Casa de Serralves, que fica no aprazível Parque da Cidade do Porto: é ele que ilustra a parte superior deste post.

Mesmo que não seja católico recomendamos uma ida a Igreja de São Francisco, no Centro. Atualmente é um museu e a decoração barroca é das mais bonitas do mundo — quase que totalmente revestida com o ouro vindo da região das Minas Gerais.

Esta igreja fica ao lado do antigo Palácio da Bolsa, que também é uma ótima opção de atividade — sobretudo em dias de muito calor ou frio e chuva.

Uma das belezas do norte de Portugal: Amarante
Ponte e a Igreja de São Gonçalo, em Amarante.

E o que ver no entorno?

Estando no Porto é fácil alcançarmos:

  • Guimarães, embrião da nação portuguesa;
  • Amarante, com sua ponte medieval;
  • Braga, com a sua antiquíssima e muito linda Sé: uma das igrejas mais antigas do país;
  • Viana do Castelo, uma charmosa cidade a beira-mar;
  • Vila Real e seus encantos;
  • Matosinhos

Outras cidades para conhecer em sua viagem para Portugal

Chega de polarização entre as duas principais cidades do país, tão rivais por lá quanto São Paulo e Rio de Janeiro, no Brasil.

No caminho entre Lisboa e Porto não há como não se encantar com as seguintes:

  • Aveiro, seus canais e seus moliceiros;
  • Coimbra, cidade mundialmente famosa por sua universidade;
  • Alcobaça: para ver a obra Gótica mais antiga do país e conhecer a história de amor de Pedro e Inês de Castro, a rainha póstuma;
  • Santarém, e a igreja onde está enterrada Pedro Álvares Cabral.

De certo não podemos deixar de ressaltar que, em cada um dos lugares já citados, e em tantos outros, é fácil comer bem e encontrar excelentes vinhos.

Sugerimos alugar um carro para a sua viagem para Portugal: é a opção mais fácil para quem quer conhecer melhor o país.

E sobre as opções de hospedagem?

São imensas! Tenha a certeza de procurar pelo tipo de acomodação adequado às suas expectativas, possibilidade e exigências.

Uma dica importante: comece entendendo onde estão as atrações e atividades que lhe interessam e, então, parta dessa localização para encontrar onde ficar. É assim que fazemos, e tem dado muito certo.

Agora que já tem um bom direcionamento se organize e planeje o seu roteiro: afinal, Portugal é um verdadeiro must.

Não há como não se encantar com os principais monumentos, uma vez que a história da maioria deles está intimamente ligada à do Brasil. Por isso, uma viagem a Portugal é algo para se pensar com carinho.

Para ver outras dicas, informações e imagens de nossas muitas viagens nos acompanhe por aqui: toda semana trazemos novidades! E estamos também no Instagram!

Baixe o nosso E-book gratuito de Portugal. É só clicar no banner!

banner-portugalPowered by Rock Convert

Quer receber mais conteúdos como esse?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

17 Comentários

  1. Em Lisboa acrescentaria uma visita às ruinas da Igreja do Carmo, próxima ao elevador Santa Justav e um divertido passeio de bonde pelas ladeiras e ruas estreitas.
    Porto está nos meus planos e levarei suas dicas certamente

    1. Caro amigo Otto, adoramos que tenha lido os nossos textos. Tem toda a razão: as ruínas do Carmo são imperdíveis. Temos um outro post dedicado exclusivamente à Lisboa, em que a destacamos. Um grande abraõ nosso ao amigo e a querida Vera!

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.