o que ver em lisboa

O que ver em Lisboa: dicas TOP e diferenciadas

Aqui contamos o que ver em Lisboa para conhecer de fato a capital de Portugal. A cidade é charmosa e ao mesmo tempo jovial e densa em História. Uma combinação que encanta a todos.

Além de monumentos importantes e intimamente ligados ao nosso país, é lá que estão os principais exemplos da arquitetura manuelina, com destaque para o Mosteiro dos Jerónimos. 

Bons museus, com acervos incríveis, como o da Fundação Calouste Gulbenkian, dezenas de igrejas decoradas com o melhor do Barroco português, prédios Neoclássicos e um antigo castelo em ruínas, com belíssima vista da paisagem lisboeta e da implantação da baixa pombalina e da Avenida Liberdade.

É na chamada Baixa que estão as mais badaladas lojas da cidade, restaurantes com ótima comida e muitos hotéis — toda esta região foi urbanizada após Lisboa ter sido parcialmente destruída por um Terremoto. Nos abordamos este assunto em nosso post sobre o Marquês de Pombal).

Lisboa é cosmopolita

Muito se engana quem imagina ser a capital do país uma cidade menos interessante. Lisboa é sede de restaurantes e chefs reconhecidos por sua qualidade, e há ainda o Fado, cantado todas as noites, com um equilíbrio entre a tradição e a modernidade. Não deixe de assistir a uma apresentação!

o que ver em lisboa
Os deliciosos pasteis de nata da Manteigaria, no Chiado.

Bairros como o charmoso Chiado, com seus cafés e livrarias, além da Manteigaria – que produz pasteis de nata tão saborosos quanto os de Belém.

E, ainda tem a Alfama, com sua implantação medieval e seus bondinhos amarelos levando os passageiros por suas ruas estreitas e sinuosas. São um contraponto a regiões de arquitetura contemporânea, como a do Parque das Nações, onde foi realizada a EXPO 98.

É la também onde está o Oceanário, referência de entretenimento na cidade, não apenas para os “miúdos”.

Mas, não podemos deixar de citar o interessante Palácio da Fronteira, longe do centro mas com um jardim decorado por azulejos coloridos que rendem fotos excelentes!

O que não deixar de ver em Lisboa

  1. Mosteiro dos Jerónimos;
  2. Um passeio pelo boêmio bairro do Chiado;
  3. Passear em um dos bondinhos amarelos: de preferência para subir às ruínas do Castelo de São Jorge;
  4. Prestar atenção aos azulejos: eles estão por toda a parte;
  5. Circular pela Praça do Comércio;
  6. Aproveitar da boa mesa sem culpa, saboreando os vinhos da região. Embora seja no Douro e no Alentejo que se produzem os melhores vinhos do país, na região de Lisboa também se encontra opções agradáveis. Vale provar!

1. Jerónimos e região

Por sua importância e por amarmos a região escrevemos um post só de lá. Recomendamos não deixar de ler!

Além do mosteiro tem a icônica Torre de Belém, o Padrão dos Descobrimentos, museus interessantes e os Pasteis de Belém — um dos lugares que Alfredo mais ama na cidade!

2. Chiado

É o lugar que eu mais gosto na capital Lusa! Prédios antigos foram revitalizados e as muitas lojas convivem com bares, cafés e restaurantes.

Além do mais que centenário café A Brasileira, está no Chiado as elegantes lojas da Vista Alegre e da Bordallo Pinheiro — duas marcas nacionais sensacionais.

E ainda tem a Luvaria Ulysses — e os seus pares de luvas confortáveis e versáteis — e a nossa amada Livraria Bertrand: a mais antiga do mundo em funcionamento!

As ruínas do Carmo

Era uma igreja tão linda que rivalizava em importância com a Sé de Lisboa. Mas foi uma das obras que foi destruída pelo Terremoto, de 1755.

Atualmente, abriga o Museu Arqueológico do Carmo e está aberto a visitação de segundas aos sábados, com ingressos entre 4 e 5 euros.

3. Castelo de São Jorge

O castelo de São Jorge é antiquíssimo e já estava decadente quando o terremoto acabou de destruí-lo.

Circular pela antiga fortaleza é um passeio obrigatório para qualquer um que visite a capital portuguesa, pois é de lá que se avistam as mais belas vistas da cidade e do Tejo.

Abre diariamente ao público com tickets entre 5 e 10 euros – crianças abaixo de 12 anos não pagam!

Dá para subir a pé a Alfama: mas é bom saber que é preciso ter preparo físico para isto. Uma sugestão é usar os bondinhos: mas vivem lotados!

Restaurantes antigos convivem com lojas de novas marcas. E ainda tem as vistas e a Igreja que é o panteão dos reis de Portugal.

Logo após o início da subida fica a antiga Sé: não deixe de conhecê-la. E se já estiver cansado, pode usar um dos tuc-tucs que ficam por ali!

4. Os azulejos e sua origem

Nós amamos esta tradição portuguesa e por isso temos uma imensa coleção de fotos de diversos tipos e modelos de azulejos, fotografados de norte a sul do país.

A origem é egípcia, mas foram os árabes que levaram a técnica à Peninsula Ibérica, lá pelo ano 1500. Aliás, a palavra azulejo vem de “al-zulaich” — que quer dizer algo como pedrinha polida.

Mas foi da cerâmica italiana que aprenderam a fazer as pinturas em cada peça e a arte da azulejaria se desenvolveu em Portugal mais do que qualquer outro lugar.

O azulejo português ganhou expressão própria e seu uso foi sendo ampliado ao longo dos séculos. Usado para revestir e decorar os interiores e exteriores das construções, se tornou uma expressão própria de arte, extremamente ligada à cultura do país.

5. A principal praça da cidade

Originalmente conhecida como Terreiro do Paço, nos tempos reais, foi destruída tanto pelo terremoto, quanto pela imensa onda que acabou de varrer do mapa esta parte da cidade, em 1755.

Ponto central da urbanização pombalina é uma praça ampla, com prédios elegantes, onde atualmente estão hoteis, restaurantes e bares.

Não deixe de circular por ali e de passar um tempo para apreciar tanto a região, quanto o movimento: pode ser para um café, uma bebida ou uma refeição. Fica a seu critério!

6. Os prazeres da mesa portuguesa

Nem acho que é gula comer demais em Portugal! Donos de uma cozinha simples, mas de muito bom gosto, fundamentada em produtos frescos e na atenção dada a todos os pratos, comer em Portugal é algo a ser levado à sério!

Prepare-se para ganhar uns quilinhos! Porque nem começamos a falar dos doces, quase sempre conventuais: simples e muito nutritivos!

E ainda tem o vinho! Experimente mesmo que seja amante de cervejas. Vai valer a pena!

O que ver em Lisboa
Vista parcial dos jardins e dos azulejos no Palácio da Fronteira.

O que ver além de Lisboa

Portugal é um país pequeno, espremido entre o mar e a Espanha. Portanto, para nós, brasileiros, acostumados à distâncias continentais, tudo é muito perto! Então existem várias opções para passeios de um dia: nós recomendamos alguns, a saber:

  • Palácio de Queluz, lar de D. João VI e Carlota Joaquina. Lá é possível visitar o quarto onde nasceu e morreu o nosso primeiro Imperador: D. Pedro I. E vale a pena saber mais sobre a história desse homem que morreu aos 33 anos;
  • Óbidos, uma cidadela toda murada que foi dada de presente para a esposa de um dos reis portugueses dos tempos medievais;
  • Cascais ou Estoril: e se estiver calor e você for daqueles que não dispensa um programa de praia: achou uma boa opção!

Também é possível ver Sintra, mas acho mais bacana pernoitar por lá, para ter tempo de circular por essa cidadinha tão charmosa.

Outro grande programa é pegar um avião com destino a Funchal, capital da Ilha da Madeira. Pode acreditar, é um destino fantástico, temperaturas mais altas, paisagens de encher os olhos e ótima arquitetura.

Mais cidades para conhecer em Portugal?

Se tiver mais tempo, se organize e fique uns dias para conhecer outras cidades (escrevemos aqui sobre o que ver no Porto). Mas ainda tem Coimbra, Aveiro, Guimarães, Braga, Santarém…

Outra dica: preste atenção aos cafés!

Ora, é impossível não voltar com diversos registros fotográficos feitos nos muitos cafés de Lisboa.

São muito simpáticos e ideiais para uma pausa, ou para acompanhar uma delícia: escolha os seus preferidos!

Fazem parte do cotidiano lisboeta e você não vai se arrepender de conhecê-los.

E se curtiu as nossas dicas do que ver em Lisboa, mas ainda ficou um gostinho de quero mais, baixe nosso eBook gratuito!

Ele apresenta as nossas três cidades preferidas em Portugal: Lisboa, Porto e Évora. É só clicar no banner que está na parte final deste post!

E se quiser investir em um Roteiro Premium completo com tudo que há que ver em Lisboa, vale conferir o que preparamos com muito carinho e recheado de experiências vividas.

PS: Para ver algumas imagens e conteúdos sobre a “Terrinha” veja nosso Instagram: o Feed está recheado de posts de Portugal e temos um destaque que mostra alguns Stories de lá!

E de muitos outros lugares em que estivemos!

banner-portugalPowered by Rock Convert

Quer receber mais conteúdos como esse?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

10 Comentários

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.