melhor-vinho

Sobre o melhor vinho do mundo: ele existe? Confira a nossa opinião!

Existe, de fato, um único melhor vinho do mundo? Achamos que não! E vamos contar por quê!

Nós somos apaixonados por viajar e tomamos vinho todos os dias! Não, não somos alcoólatras, não se preocupe! Tampouco somos especialistas… Mas somos adeptos do slow food (e do slow travel!) e gostamos de apreciar comida de verdade, acompanhada por uma taça de vinho, quase sempre tinto.

Por isso, já estivemos em dezenas de vinícolas, em diversos países, e cada uma delas tem o “seu” melhor. Entenda!

Alguns exemplos do Velho Mundo

A França é a maior produtora do mundo, com três regiões de excelência: Bordeaux, Champagne e Borgonha, onde fica a famosa Cote d’Or — a charmosa rota que atravessa algumas das propriedades mais famosas da Europa.

Mas como escolher o melhor vinho da Borgonha? Você consegue responder se gosta mais de Pinot Noir ou Chardonnay?

A Itália é outra grande produtora, e é impossível visitar a romântica Toscana e não se apaixonar por seus suaves Chianti e os deliciosos Brunello. Mas existe um único melhor ? Difícil chegar a um consenso.

Mesmo porque, alguns podem defender que preferem os vinhos produzidos na Sicília, por exemplo, local que se dedica a 19 tipos diferentes!

Mas como não lembrar dos ótimos vinhos portugueses? Os da idílica região do Douro são mais famosos, mas nós preferimos os alentejanos. Quem tem razão?

Uma das experiências inesquecíveis que tivemos foi um almoço com degustação da adega Esporão, para depois nos sentarmos à sombra de uma oliveira de mais de 1000 anos! Ou como não vibrar ao entrar pela primeira vez na Cartuxa e comprar uma garrafa do raríssimo Pera Manca?

E nem falamos dos vinhos espanhóis, ou, quem sabe do melhor do mundo em sua opinião

Vinhos Fortificados

O que é melhor: um bom vinho do Porto? Ou um Madeira?

Não conseguimos escolher qual é o nosso vinho fortificado preferido! Nem se gostamos mais do norte de Portugal ou de Funchal!

E, assim como não há um único melhor destino de viagem, é impossível escolher o melhor vinho, e nem estamos levando em consideração os espanhóis xerez ou os italianos marsala, nessa mesma linha, ou os únicos Tokay, da Hungria.

Se não, a lista não acaba…

A produção do Novo Mundo

Alguns enólogos preferem os vinhos do Novo Mundo e defendem a produção da África do Sul, Estados Unidos e Nova Zelândia. Contudo, não dá para não citarmos os vinhos argentinos e chilenos.

Nós já viajamos a Mendoza, a principal região produtora na Argentina, e não nos sentimos capazes de afirmar qual foi a melhor garrafa que tomamos por lá. Há quem prefira os produzidos pelas gigantes, como Trapiche, ou aqueles que preferem as produções chamadas de boutique. Para escolher um único melhor, seria preciso ser apaixonado pelos Malbec, mas a região também é famosa por seus Chardonnay. Você prefere tinto ou branco? Ou é fã de espumante?

Ou prefere o charme dos vinhos do Fim do Mundo?

melhor-vinho-2Aqui, na América do Sul, nós preferimos os vinhos chilenos, sobretudo os brancos do Valle de Casablanca. Mas como tomamos muito mais vinho tinto, é claro que consumimos mais garrafas de Cabernet, ou Merlot. Por isso, para quem ama vinhos e viagens, nós recomendamos fortemente se hospedar na antiga casona da vinícola Santa Rita, bem perto de Santiago.

O lugar foi transformado em um pequeno hotel de charme, instalado em meio a um parque belíssimo!

É fã dos vinhos nacionais? Acho difícil encontrar consenso entre quem defenda a famosa produção do Rio Grande do Sul e quem prefira os produzidos no vale do São Francisco. E o Brasil é tão grande…

Bom, acho que provamos a nossa tese de que não existe um único melhor, mas sim muitos, dependendo do seu gosto pessoal, e que cada um deles está intimamente ligado ao seu país de origem. E, mesmo, às nossas experiências e gostos pessoais.

E é claro que existem inúmeras outras regiões que produzem vinhos excelentes — não citadas aqui para não ficar um texto imenso!

Para ver algumas das regiões vinícolas visitadas por nós, veja o nosso Instagram. Além disso, conte para a gente qual é o melhor vinho para você! Afinal, gosto não se discute, não é mesmo? =)

Quer receber mais conteúdos como esse?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

9 Comentários

  1. Olá, exceto pelas características que conferem qualidade, também acredito que escolher apenas um vinho como o melhor do mundo é meio arriscado, pode ser até injusto (risos) depende de tantas variáveis e o sabor conta demais. Amei seu post, concordo com seu ponto de vista. Abraço!

    1. Também acho injusto escolher um só. Depende da estação, do acompanhamento, da companhia… =)

  2. Você esqueceu de citar os nossos vinhos da Serra Gaúcha. São excelentes também

    1. Tem toda a razão: na Serra Gaúcha tem vinhos excelentes. Mas não citei TODOS os melhores vinhos,
      apenas alguns, que conhecemos melhor. Faltaram outras muitíssimas regiões produtoras… É que o texto
      seria imenso!

  3. Na Itália a região rainha e’ o Piemonte. Barolo, Barbaresco, Nebbiolo, Barbera (tintos) e Moscato, Chardonnay, Gavi (brancos) são só alguns exemplos…

    1. Pode ser… talvez eu tenha sido tingida por ser de familia Toscana…
      E o que ouvimos e vivemos quando criança sempre acaba moldando os nossos gostos!
      Mas não sou especialista, só uma apreciadora. =)

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.