viena no nverno

Viena no inverno: o que fazer? Descubra e aproveite!

Viena no inverno é sensacional: é frio, pode ter neve, mas chove pouco! E é alta temporada: prepare-se para os melhores concertos e espetáculos na cidade mais musical do mundo!

E vale ainda lembrar que a capital austríaca foi eleita em 2019, e pela décima vez consecutiva, como o melhor lugar do mundo para se viver!

Você está pensando em achar um excelente destino para passar as suas férias de Fim de Ano? Viena no inverno pode ser uma escolha incrível, sobretudo para os amantes da boa música.

Nós já passamos na cidade três vezes o Reveillon, ou Silvesterabend, e voltaremos sempre que possível. Vamos explicar o motivo de gostarmos tanto deste destino.

Ideal se você gosta de inverno

Para começar, saiba que Viena é um dos principais hotspots europeus no inverno.

Se, por um lado, é verdade que para quem nunca esteve na capital austríaca a primavera seja a temporada ideal para conhecê-la, o inverno reserva aos visitantes de Viena uma estada incrível, com as diversas feiras Natalinas e os badalados concertos de final de ano.

No entanto, é preciso se programar com bastante de antecedência, se não quiser correr o risco de ficar sem lugares, ou gastar muito mais!

Porque as apresentações da Wiener Staatsoper, a maravilhosa Ópera Estatal de Viena, ou as operettas da Volksoper, que são as nossas preferidas, são muito concorridas.

Dicas musicais

Mesmo para aqueles que acreditam não apreciar a música clássica, ou que não a conhecem, assistir a uma apresentação de Wiener Blut (Sangue Vienense), ou Fledermaus (o Morcego, a apresentação de todo dia 1 de janeiro), ambas do austríaco Johann Strauss, é algo que nos muda para sempre, e para melhor.

Outras duas montagens que sempre valem ser vistas, ou revistas, são:

  • Die Lustige Witwe (A viúva alegre), de Franz Lehar;
  • Gräfin Mariza (A condessa Mariza), de Emmerich Kálmán.

Lehar e Kálmán são nascidos na Hungria, mas é preciso saber que Viena já foi sede do chamado Império Austro-húngaro e, portanto, essas obras são intimamente ligadas à cidade.

E para aqueles que se encantarem com as csardas, a delirante e encantadora música dos ciganos da Hungria, será preciso extender o roteiro com uma visita a Budapeste

Se você não falar alemão, não se preocupe!

Por lá, todos falam inglês e todas as apresentações de óperas e operetas são legendadas em inglês, francês e japonês – pois são eles que mais viajam nas temporadas à Europa em busca de boa música.

Viena foi capital do maior império do ocidente: o Austro-húngaro, governado por mais de 1000 anos pela família Habsburg.

Por isso a cidade sempre foi importante, é belíssima, e seu centro histórico pode ser todo percorrido a pé, mesmo nas baixas temperaturas do inverno.

As pessoas são elegantes, receptivas e a época é festiva.

Os diversos museus têm acervos incríveis e suas exposições, permanentes ou temporárias, sempre fazem com que queiramos voltar. Os monumentos estão muito bem mantidos, assim como igrejas e demais prédios públicos e privados.

A Áustria produz ótimos vinhos, e a culinária local é das mais refinadas da Europa. São diversos estabelecimentos que fazem por si só com que Viena seja um grande destino de viagem.

E ainda tem os doces austríacos: uma verdadeira perdição.

Para os que amam cultura, pintura, arte, arquitetura, a cidade é uma imensa exposição a céu aberto.

Fotografamos alguns monumentos maravilhosos em Viena quando estávamos pesquisando para os nossos livros sobre o Barroco, o Neoclássico e Art Déco.

Viena é decididamente um must!

Para mais imagens e dicas de Viena e das outras mais de 200 cidades em que estivemos nos acompanhe pora qui ou em nosso Instagram!

banner austriaPowered by Rock Convert

Quer receber mais conteúdos como esse?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

6 Comentários

Os comentários estão fechados.