Nancy Place Stanislas

Nancy, um destino cultural: Arte, História e ótima Gastronomia

Nancy é a capital da antiga região da Lorena, sede de um ducado e um grande centro industrial francês há muito tempo. É facilmente alcançável de trem partindo de Paris, no Departamento de Meurthe-et-Moselle.

É uma das cidades na França que mais gostamos, e isso é porque o destino é um importante polo cultural e gastronômico do país.

Mas o que nos levou até lá é que a cidade entrou para história por seu movimento conhecido como École de Nancy. Diversos artistas produziram arteno estilo que se desenvolveu pouco antes da virada do século XIX para o XX: o elegante Art Nouveau.

Como chegar a Nancy

De trem você gastará apenas 1h30 partindo de Paris — as duas cidades estão distantes uma da outra 350 km. Se puder, hospede-se no centro antigo: assim será fácil conhecer todas as atrações a pé!

A chamada “Escola de Nancy”

De uma maneira resumida era um conjunto de artistas e artesãos que se juntaram para encontrar maneiras de produzir diferentes objetos de decoração, com o intuito de que a arte pudesse estar presente na casa das pessoas.

Os artistas mais famosos foram Émile Gallé, Louis Majorelle, Antonin Daum e Jacques Grüber. Mas vários outros fizeram parte do movimento École de Nancy, e se destacaram, alcançando fama e reconhecimento internacional.

Onde encontrar a produção destes artistas?

Há dois museus imperdíveis para quem gosta do estilo Art Nouveau: o da Escola de Nancy e o de Belas Artes:

  • Musée de l’Ecole de Nancy fica um pouco afastado do centro histórico, em um bairro residencial muito agradável. Está instalado há mais de 50 anos na propriedade que pertenceu a Eugène Corbin, colecionador e patrono dos artistas do movimento.⠀

O projeto arquitetônico é de um dos artistas que fez parte do movimento: Lucien Weissenburger. A antiga residência, bastante bem conservada, é toda mobiliada e decorada com objetos Art Nouveau: parece uma volta ao tempo estar lá!

E a propriedade está instalada em um belíssimo jardim. Aliás, se você, como nós, for a Nancy na Primavera ou início do verão, aproveite para relaxar e passear sem pressa por lá!

Nancy, Museu da Escola de Nancy
Sala de jantar com decoração Art Nouveau no interior do Museu da Escola de Nancy.
  • Musée des Beaux Arts: está instalado em um dos quatro elegantes pavilhões da Place Stanislas — vamos contar mais dela adiante.

É um dos museus mais antigos do país, criado em 1793, logo após a Revolução Francesa. Seu acervo conta com importantes obras de grandes nomes da pintura ocidental.

Mas aqui destacamos a lindíssima coleção de vidraria e cristais da empresa Daum, instalado em uma área mais antiga do prédio, no subsolo.

  • Vila Majorelle: é possível visitar ainda esta que foi a casa de Louis Majorelle, projetada por Henri Sauvage. Infelizmente, quando estivemos lá, estava fechada para restauro. Quem sabe não voltamos uma próxima vez?

Vários exemplos Art Nouveau em construções espalhadas pela cidade

Tendo sido Nancy um centro de design em cristal e vidraria, ferro forjado e movelaria no final do século XIX, andando pela cidade você encontrará diversos detalhes arquitetônicos que merecem alguns minutos do seu tempo — e podem lhe render fotos sensacionais!

Nancy, detalhe Art Nouveau

Um dos endereços que merece destaque é o da imagem acima, um recorte de um dos primeiros edifícios construídos com aço na cidade. Fica no número 2 da Rue Bénit, obra de 1900 e projeto de Henry Gutton.

  • L’Excelsior: uma brasserie instalada desde 1911 em um edifício Art Nouveau. Fica bem perto da estação de trem de Nancy e é Monumento Histórico desde 1976.

O lugar é elegante e descontraído. Mas convém reservar com antecedência, ou não encontrará lugar!

Mais atrações de Nancy? Temos!

Place Stanislas

Bom, não dá para não começar falando da Place Stanislas, uma das mais bonitas praças da Europa, e que fica no coração do antigo centro histórico da cidade.

Foi construída entre 1752 e 1756 por Emmanuel Héré e forma, junto com mais duas praças, a Place de la Carrière e a Place d’Alliance, um elegante complexo que é dos melhores exemplos do Iluminismo.

Nancy, Place de la Carriere
Aqui detalhe da Place de la Carriére. A imagem principal deste post é uma vista da Place Stanislas.

Mas afinal, quem foi Stanislas?

A principal praça de Nancy ganhou o nome de Stanislas Leszczynski, um nobre polonês que se tornou rei da Polônia e Lituânia após conflitos com a poderosa Suécia. Ele era sogro do poderosíssimo rei francês Louis XV.

Mas sua ascensão contrariou os planos da poderosa família Habsburg e o reino da Polônia foi novamente tomado por conflitos: de um lado Stanislas, apoiado pela França e de outro um príncipe saxão, apoiado pelos Habsburg e a Prússia.

Stanislas foi forçado a abdicar e se tornou o duque da Lorena, como prêmio de consolação. E isso nos leva a outra atração do destino!

Palácio dos Duques da Lorena

É uma das construções mais antigas de Nancy, iniciada no século XVI no estilo gótico. Contudo, os detalhes mais importantes, e bonitos, foram feitos posteriormente.

Só pudemos ver por fora, porque estavam terminando as obras de restauro quando estivemos lá. Viagem é assim, né?! Nem tudo sai como planejado

Testemunho da cidade medieval de Nancy

Uma das ruas mais animadas e charmosas de Nancy é a Grand Rue — que já existia desde os tempos medievais.

É nela que fica o Palácio Ducal. Nos arredores da Place Stanislas é por ela você terá acesso à outra atração incrível: a Basílica de St. Epure.

Mas é no final de Grand Rue que encontramos a Porte de la Craffe — um antigo portão do tempo que a antiga cidadela era murada. Foi feito em 1336 e dá a região ares de contos de fadas!

Nancy, Grand Rue com Porte de la Craffe
O final da Grand Rue com a linda Porte de la Craffe

Praça e Basílica de St. Epure

A praça existe desde o século XV, e a atual basílica foi feita apenas no século XIX, em estilo neogótico. Ela ocupa o espaço onde havia originalmente uma antiga igreja construída entre 1436-1451.

Vale prestar atenção aos vitrais maravilhosos, e não danificados pela guerra. E se tiver tempo e paciência, vale assistir a uma missa no final de semana: a de domingo de manhã é toda cantada e a acústica é celestial!

Gastronomia em Nancy

Na França, de uma maneira geral, a gastronomia é levada bastante a sério. Mas, mesmo assim, nos surpreendeu a quantidade de bons lugares que encontramos em Nancy.

Prova disto é que eles tem uma rua apelidada como “Gourmet“.

Alguns lugares para não deixar de conhecer:

  • o Mercado Coberto ou Marche Couvert. Você vai se encantar com a qualidade e o frescor das frutas, legumes, peixes, carnes, frutas… Recomendamos fortemente comer por ali;
  • para formiguinhas de plantão é bom saber que são muitas as patisserieschocolateries e boulaugeries em Nancy. Uma confiserie muito charmosa e centrada em doces de bergamota é a Maison de Soeurs Macarons. Existe desde 1793 e merece a sua atenção;

Quanto aos restaurantes vale testar os da rua Gourmet — e escolher o que mais combina com o seu estilo de viajante.

Por toda a cidade há grande número de bons e ótimos restaurantes: leve em conta que para ir aos melhores precisará fazer reserva com antecedência e chegar cedo. Sem um bom planejamento será impossível ser admitido!

Com certeza vale se programar! Adoramos a experiência!

Para ver sobre outras cidades na França em que estivemos é só nos acompanhar em nosso Instagram. Temos também posts completos sobre:

Esperamos você por aqui em nosso blog em nossos próximos destinos!

Estilos artísticos

Bateu aquela curiosidade é quer saber mais sobre Arte? Então confira o post que preparamos com uma explicação simples e cronológica sobre História da Arte.

Ademais, para entender melhor sobre o Art Nouveau e a sua geometrização, confira o nosso livro sobre o Art Déco. É só clicar no banner aqui abaixo!

banner Art DécoPowered by Rock Convert

Quer receber mais conteúdos como esse?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

4 Comentários

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.